Creative Commons

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

Momento de Reflexão

"O maior bem que podemos fazer aos outros não é oferecer-lhes nossa riqueza, mas levá-los a descobrir a deles." - (Louis LavelleProfessor, filósofo e metafísico francês, 1883 - 1951)

As conquistas que conseguimos com nosso esforço, acende nosso caminho para o sucesso.
Alexandre Brussolo (20/09/2011)

quinta-feira, 23 de junho de 2011

Fardo

Por que às vezes se torna tão difícil buscarmos a felicidade dentro de nós?

Por que sempre queremos transferir a responsabilidade de nossa felicidade ao próximo?

Seja no amor ou em qualquer outra área sempre culpamos as pessoas por nossa infelicidade, e quando é o amor que se vai culpamos o mundo de uma maneira frenética, gastamos muita energia e muito tempo culpando alguém, mas não olhamos para dentro de nós, e é lá que está toda a nossa solução, mas como cegos não enxergamos, só conseguimos sentir rancor, raiva e também o ódio tão contrário ao amor, pois se odiamos não podemos amar, e aí se revela a verdadeira face egoísta do ser humano, pois pensamos só em nós, e acabamos culpando até Deus por dar um fardo tão pesado para carregarmos, mas será que era tão pesado ou nó supomos que seja pesado?

Será que Ele, nosso grande Pai, seria capaz disso? Uma vez li uma coisa a respeito e que me trouxe uma reflexão profunda sobre o fardo que carregamos, Deus sempre nos dá o sinal que as coisas não estão bem, basta saber quando devemos seguir outro caminho, a outra estrada da bifurcação, sei que para muitos é difícil, pois o amor neste momento - e pego ele como exemplo, pois ele é o maior motivo dos sofrimentos, dos suicídios, dos homicídios, das violências nos lares - se transforma em possessão, e aí está a parte mais perigosa de um relacionamento, com isso vem o ciúme, que sem controle é o fruto da possessão, e junto a insegurança, a desconfiança, pois se amamos temos que confiar, mas nunca é assim, é do ser humano tomar posse, mas quando chegamos neste grau é porque o amor já não existe mais, é a hora de escolhermos a outra estrada da bifurcação, pois neste momento se insistirmos poderemos sentir o peso do fardo.

Sei que numa desilusão sempre nos fazemos de vítimas, não olhamos que naquele momento foi o melhor a acontecer, foi o fardo necessário para carregarmos, e que se insistíssemos poderíamos ter um final infeliz, mas Deus em sua justa bondade dá as dicas, mas nós fazemos a escolha, a nós cabe trazermos para junto de nós a felicidade que traz a paz para nosso espírito.

ALexandre Brussolo (23/06/2011)

TEXTO: 1256

Nenhum comentário: