Creative Commons

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

Momento de Reflexão

"O maior bem que podemos fazer aos outros não é oferecer-lhes nossa riqueza, mas levá-los a descobrir a deles." - (Louis LavelleProfessor, filósofo e metafísico francês, 1883 - 1951)

As conquistas que conseguimos com nosso esforço, acende nosso caminho para o sucesso.
Alexandre Brussolo (20/09/2011)

domingo, 21 de março de 2010

Haikais

Haikai 05

Silêncio noturno,
mistérios ocultos nele,
vidas na noite.


Alexandre Brussolo (25/04/2009)


TEXTO: 234


Haikai 06

Uma plantinha,
neste universo hostil,
força e coragem.


Alexandre Brussolo (28/04/2009)


TEXTO: 239


Haikai 07

Águas ricas,
somem na grande curva
seguindo o curso.


Alexandre Brussolo (29/04/2009)


TEXTO: 241


Haikai 08

Lá vai uma pomba,
na brancura reluzente,
símbolo da paz.


Alexandre Brussolo (30/04/2009)


TEXTO: 243

Estrelas

As estrelas ornam a noite do céu
que envolve a terra com seu escuro véu,
manto de um azul escuro
refletindo o belo, o eterno e o puro.

A luz delas refletida
traz a natureza em vida,
faz a noite cheia de mistérios
que faz delas seres tão sérios.

Brilhem não deixem de brilhar,
encantem não deixem de encantar
as noites a quem vocês pertencem.

Vivam enquanto os humanos perecem,
mostrem que o universo é o seu lar
e lá os humanos não podem estragar.


Alexandre Brussolo (30/03/1992)


TEXTO: 49

Dois corpos, uma alma

Nas doces carícias de suas mãos
êxtase se transforma em paixão,
doces são seus beijos que me cobrem
deixando marcas de seus lábios
percorrendo todo meu corpo,
arrepios ao toque úmido de tua boca
numa entrega em grande amor,
no toque de nossos corpos
aumenta uma sensação orgásmica
de uma única alma envolvida por esse amor.

Alexandre Brussolo (20/01/2010)

TEXTO: 584

Céu e Mar

O mar estava tão brilhante
de um brilho puro e intenso,
as ondas com sua espuma
de um branco tão limpo
que com as nuvens se confundia.
O som do mar que é capaz
de desligar algo em nós
e levar-nos a reflexões inumeráveis,
e vendo o infinito nossas idéias
parecem se encontrar em algum lugar,
como o céu e o mar se encontram
na linha do horizonte, numa união
que só cada mente pode construir,
que só cada mente pode decifrar,
céu e mar vivem em harmonia,
pois um espelha a vida do outro,
no extremo do alto e do baixo,
na plenitude do belo e do admirável
e na união da beleza natural.


Alexandre Brussolo (05/03/2009)


TEXTO: 187