Creative Commons

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

Momento de Reflexão

"O maior bem que podemos fazer aos outros não é oferecer-lhes nossa riqueza, mas levá-los a descobrir a deles." - (Louis LavelleProfessor, filósofo e metafísico francês, 1883 - 1951)

As conquistas que conseguimos com nosso esforço, acende nosso caminho para o sucesso.
Alexandre Brussolo (20/09/2011)

segunda-feira, 30 de maio de 2011

Pensamentos dispersos

Caminho solitário pela praia,
a areia molhada pela chuva que caiu,
um dia frio para um banho de mar,
ele também está sozinho,
solitário entre o vento que sopra,
escuto só o barulho das ondas
que vem morrer na areia,
ao longe o som das gaivotas,
mas meus pensamentos não estão só,
penso em você a cada onda,
em cada brisa sinto suas carícias,
que passam a alisar meu corpo,
o céu está tão lindo agora
e nas nuvens imagino este teu sorriso
um sorriso tão aberto e lindo,
mas me encontro só como o mar,
e na imensidão meus pensamentos se dispersam
como a areia que se mistura nas ondas deste mar.

Alexandre Brussolo (30/05/2011)

TEXTO: 1233

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Protagonistas

Se eu dissesse que ainda te amo
não mudaria nada entre a gente,
já não procuro mais culpados,
já não julgo mais ninguém,
sei que meu coração sente
muita dor na sua partida,
mas o que dizer de seu coração,
ele já não guarda um lugar para mim,
sei que não me ama mais
e isso é tão difícil de aceitar,
mas a vida é assim, nos ensina
a lidar com a dor e o sofrimento,
ela não castiga nem pune,
nós muitas vezes não queremos ver
que para o fim há sempre um começo,
o começo de uma nova manhã,
o começo de uma nova vida,
a nós só cabe seguirmos e superarmos,
pois cada trilha é feita de chegadas e partidas,
de nascimento e de morte,
de rosas e espinhos, do sorriso e da lágrima,
da derrota e da grande vitória, do céu e da terra,
do sol da manhã e da lua ao anoitecer,
e assim somos nós, protagonistas de nossas vidas.

Alexandre Brussolo (27/05/2011)

TEXTO: 1231

Nosso destino

Na vida conhecemos muitos caminhos,
bifurcações e obstáculos sempre terão
e a escolha sempre será nossa.

A cada escolha um ensinamento,
a cada caminho uma nova história
que se traçam com nossos passos.

Nesta escolha está a felicidade de cada um.

Este caminho sempre nos levará a nosso destino.

Alexandre Brussolo (26/05/2011)

TEXTO: 1230

Aura

Envolto em sua aura
a energia cresce
nas preces de um anjo.

Alexandre Brussolo (26/05/2011)

TEXTO: 1229

quarta-feira, 25 de maio de 2011

Hoje acordei sem você

Hoje acordei sem você
o vazio da cama
era insuportável,
não sei o que deu errado
neste amor que se acabou,
era tão bom tê-la nos lençois,
e hoje só teu cheiro ficou,
fazendo com que lembre de você,
e a cada dia pesso a Deus
que a noite venha rapidamente
trazendo você em meus sonhos.

Alexandre Brussolo (26/05/2011)

TEXTO: 1228

terça-feira, 24 de maio de 2011

Quando as saudades viram lembranças

Amores vem e amores vão,
as lembranças sempre ficarão,
e quando estas lembranças
se distanciarem serão saudades,
saudades daquele beijo,
saudades das carícias tão gostosas,
saudades do cheiro afrodisíaco,
daquela música que virou a nossa canção,
das conversas em forma de confidências,
dos dias de chuvas, o barulho dos pingos
que caem nas telhas da velha casa,
dos vinhos que brindamos ao amor,
mas que sempre fique destas lembranças
os momentos de felicidades que tivemos.

Alexandre Brussolo (24/05/2011)

TEXTO: 1227

segunda-feira, 23 de maio de 2011

Venha

No piano componho uma canção
e mais uma vez você é a inspiração,
desde que se foi não paro de pensar em você,
ando pela estrada, cabeça baixa e só vejo você,
como te esquecer tão depressa assim
se ainda nossas noites aparecem para mim,
eram noites de grande entrega e amor,
agora ficou a saudade e sua grande dor,
e neste piano componho mais esta melodia
e as lágrimas rolam junto com a cantada poesia,
e em cada verso você me aparece como encanto
e minha voz vai transformando estes versos em canto,
oh, volte para casa, eu te imploro, venha dançar
oh, venha para que eu posso ainda te amar.

Alexandre Brussolo (23/05/2011)

TEXTO: 1226

domingo, 22 de maio de 2011

Bons momentos

Foi numa tarde de inverno

que nos conhecemos,

um acaso do destino,

a neve branca que decorava

aquele nosso cenário,

num café nós dois trocamos

tantas confidências,

você tinha um sorriso lindo,

uma voz tão suave que me fazia

viajar cada vez mais por você,

mas como um sonho que vem

nas noites mais frias e solitárias

você teve que ir embora

agora só tenho aquele belo sorriso

que me segue a todo instante

em lembranças de bons momentos.

Alexandre Brussolo (22/05/2011)

TEXTO: 1224

Resposta

Como deixar de tê-la em mim também,
como deixar de ser feliz quando
povoa cada noite mal dormida
onde sua existência é uma constante,
ah, se soubesse o que vai em minha alma,
desejaria estar agora ao meu lado,
desejaria fazer parte de mim
como desejo ser parte de você,
a distância pode ser uma vilã,
mas não pode separar duas almas
que nasceram para ficarem juntas.

Alexandre Brussolo (22/05/2011)

TEXTO: 1225