Creative Commons

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

Momento de Reflexão

"O maior bem que podemos fazer aos outros não é oferecer-lhes nossa riqueza, mas levá-los a descobrir a deles." - (Louis LavelleProfessor, filósofo e metafísico francês, 1883 - 1951)

As conquistas que conseguimos com nosso esforço, acende nosso caminho para o sucesso.
Alexandre Brussolo (20/09/2011)

domingo, 29 de novembro de 2009

As ondas e as rochas


Num penhasco
olhava para baixo,
e via as ondas
que com força
batiam nas rochas,
e insistemente
mais frágeis
nunca desistiam,
e cada vez mais
as rochas resistiam,
e mais as ondas vinham
e açoitavam as pedras,
assim devemos ser,
fortes e insistentes,
não é porque encontramos
obstáculos à nossa frente
que devemos desistir,
devemos ser as ondas,
insistentes em nossos sonhos.


Alexandre Brussolo (18/10/2009)


TEXTO: 460
Imagem tirada do GOOGLE

Oração do Perdão


Senhor que eu possa
guiado por sua imensa
sabedoria praticar
o ato do perdão
que eu aprenda
a perdoar meu semelhante
com toda força do meu ser,
que ele também aprenda
e espalhe esta semente,
que todos sintam a luz
que emana nesta
tão abençoada atitude.
Senhor que todos
aprendam além
de perdoar o próximo
a perdoar a si próprio,
conseguindo seu equilíbrio,
que este ato não seja em vão,
que ele venha do coração,
de uma profunda sinceridade,
que carregue a sua benção
arrancando todas as mágoas
que corroem o coração,
que esta ferida seja cicatrizada
e possamos sentir nela
a paz, o amor e um espírito purificado.

Que assim seja.


Alexandre Brussolo (27/11/2009)

TEXTO: 538
Imagem tirada do GOOGLE

Trovas

Trova I

Ramos de flores e cores
flóres os campos cativos
cores vivas, vivas flores
perfume dás aos nativos.


Alexandre Brussolo (20/01/2009)


TEXTO: 167


Trova II

Navego em pensamento
para nele te encontrar
componho a todo momento
para nosso amor não acabar.


Alexandre Brussolo (23/03/2009)


TEXTO: 199


Trova III

Neste eterno mar
somos ondas calmas,
no vai e vem das almas
buscamos sempre um lugar.


Alexandre Brussolo (09/04/2009)

TEXTO: 215


Trova IV

Meu amor é tamanho,
só em pensar me assanho,
e numa única voz grito
para que o mundo o veja bendito.


Alexandre Brussolo (13/04/2009)


TEXTO: 219


Trova IX

Fina chuva, pequena garoa,
lindo som suas gotas ao cair entoa,
toca o solo que agora molha,
vislumbre de um espectador que te olha.


Alexandre Brussolo (10/06/2009)


TEXTO: 296

sábado, 17 de outubro de 2009

Haikais

Haikai 01

Um dia de sol
maravilha de raios
de um novo dia.


Alexandre Brussolo (18/04/2009)


TEXTO: 224



Haikai 02

Vi uma borboleta,
no silêncio do vasto mundo,
só o farfalhar de suas asas.


Alexandre Brussolo (18/04/2009)


TEXTO: 226



Haikai 03

Outono de folhas caídas,
árvores de galhos desfolhados,
um novo ciclo a vista.


Alexandre Brussolo (20/04/2009)


TEXTO: 227



Haikai 04

Cai a chuva,
santa água celeste,
lavando a terra.


Alexandre Brussolo (22/04/2009)


TEXTO: 229

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Chorando na Chuva - T165



Chovia muito e ele estava ali sentado, pensando se não era hora de se declarar. Como ela saberia o que se passava em seu coração se nunca chegou a falar de seus sentimentos para ela.
Sempre foram bons amigos, ela contava tudo para ele, a amizade era muito forte entre eles, só que ele não sabia em que ponto perdeu o controle e esta amizade se transformou em amor que com o tempo se intensificou. Mas sua timidez não deixou nunca que se declarasse a ela.
Suzana era linda, fogosa, uma pessoa alegre, amiga nas horas difíceis, sabia escutar e dar conselhos sábios, tinha uma inteligência aguçada, não era difícil se encantar com seu jeito, principalmente quando sorria.
Ah! Suzana despertaste a paixão naquele coração, Alex agora vivia evitando se cruzar com Suzana. Não sabia o porquê mas já não a procurava mais para aqueles longos papos que tinham. Agora sentado naquela poltrona perdido em pensamentos, escutando a chuva batendo no telhado, imaginava a solução que era tão simples, porque não se declarar, mostrar todo o seu sentimento, deixar transparecer tudo o que sentia por ela, e tinha que ser naquele dia, não importava o tempo lá fora, ele já tinha tomado a decisão, pegou o seu guarda-chuva e saiu naquela tempestade.
Andava depressa e a cada passo o seu coração pulsava mais forte, a ansiedade tomava conta de seu ser, era algo indescritível, buscava a coragem de dentro do peito, "Deus me ajude", pensava ele, "não vou desistir agora", já estava perto, diminuiu os passos, parou tomou fôlego, continuou um pouco mais lento, parou atrás de uma árvore que havia na frente da casa dela.
É só atravessar a rua e pronto dizer o que tinha em mente, simples. Saiu detrás da árvore e de repente petrificou-se, havia um homem à frente da porta, pode ser um vendedor, mas àquela hora, ela atende e dá um beijo ardente na boca daquela estranho, aquilo foi um golpe muito forte para ele.
Deixa a mão que segurava o guarda-chuva cair e agora a chuva lhe escorria pelo rosto, ao longe escutava-se a música "Crying in the Rain", pois era o que queria, chorar na chuva para que ninguém visse seu pranto de dor.


Alexandre Brussolo (18/01/2009)

Imagem tirada do GOOGLE

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Imagem - T390

Do fundo dos meus olhos
a imagem da beleza
reflete-se em minha mente,
figura angelical que faz bem,
luz que entrou em minha vida,
sopro de vento que entra pela janela.
Palpita meu coração, oh! amor,
sempre terei você, sua imagem,
quanta emoção, sentimentos impregnam,
ambiente que se faz, puro amor,
oh! sopro de vento que entra pela janela.


Alexandre Brussolo (03/09/2009)

domingo, 30 de agosto de 2009

DEUS, nossa luz - T385

Uma voz nesta noite diz
que todo sofrimento é passageiro
e nosso coração sabe disso.

Na vida nunca estamos sozinhos,
no caminhar uma luz a guiar,
uma força que conduz nossos passos.

Nesta força um grande amor.

Nesta luz a presença clara de Deus.
 
Alexandre Brussolo (30/08/2009)

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Almas Gêmeas - T381

Um grande amor
não se faz da noite para o dia,
ele se constrói no decorrer de uma vida,
transformando o interior
de duas almas gêmeas,
que se encontram para viver,
para se descobrirem
e seguirem juntas
a mesma trilha.


Alexandre Brussolo (26/08/2009)


"O amor é o maior remédio existente." (Autor desconhecido)



Ser Poesia - T382

Da beleza de tua grande luz
palavras que inspiram amor,
pelo papel minha mão conduz
ao mundo as palavras sem dor.

Esperança, bondade e paz
são coisas que cabem em você,
muito alento e consolo traz
àqueles que em você querem se ver.

Harmonia em momentos da vida
ensina quando é compreendida,
proporciona viagem ao mundo paralelo.

Uma extensão, da vida um elo,
é capaz de nossa alma tocar,
poesia que vem para encantar.
 
Alexandre Brussolo (28/08/2009)

domingo, 12 de julho de 2009

Soneto ao Nosso Amor


Sei que de um grande amor sou feito,
que em seus braços estou mais seguro,
vivo pensando nele como perfeito,
ao longo deste tempo mais maduro.

Sei que este amor não é ausente
que para nós é um grande presente,
nas delícias dos afagos e beijos,
é fogo, é paixão, é um mar de desejos.

Sentir-me desejado não tem igual,
é como pisar em solo limpo, puro,
é conhecer um amor lindo, espiritual.

Torno a dizer que me sinto seguro,
tê-la por perto é um bálsamo angelical,
e a cada dia neste amor me aventuro.


Alexandre Brussolo (11/07/2009)

TEXTO: 332
Imagem tirada do Google.

sexta-feira, 12 de junho de 2009

O Dragão


Com a grande espada na mão,
desfere violento golpe mortal,
deixando sua vítima no chão.

Já cansado visualiza seu inimigo
que está no chão ainda sem reação
ela sabe que está em eminente perigo.

Seu algoz com a respiração arfante
sabe que terá que completar sua missão,
espera, dá um tempo, muda seu semblante.

No derradeiro e último golpe de indulgência,
o imponente e desafiador dragão,
vê o fim de sua vida e de sua regência.



Alexandre Brussolo (11/06/2009)


TEXTO: 298
Imagem retirada do Google.

sexta-feira, 29 de maio de 2009

Haikai 21

Um frio que corta,
corpos que se aquecem
em toques de carícias.

Alexandre Brussolo (29/05/2009)

quinta-feira, 28 de maio de 2009

Trova VIII

Um verso não consigo encontrar,
para nele um grande amor colocar,
de uma forma simples e singela,
para minha alma encontrar a dela.

Alexandre Brussolo (28/05/2009)

TEXTO: 284

quarta-feira, 13 de maio de 2009

Quem sabe...

A chuva cai forte lá fora,
aqui dentro pensamentos a mil,
amor que infelizmente foi embora,
dor que meu coração partiu.

Não enxergo com tanto sofrimento,
pois cegaram os olhos da razão,
deixando-me envolto em arrependimento,
por ter deixado crescer esta paixão.

Firme neste ideal que é te esquecer,
vou em meu caminho lutando,
para não mais deixar esta chama crescer.

Sei que assim vou me machucando,
com tanto amor que ainda hei de ter,
mas quem sabe não seja mais por você.


Alexandre Brussolo (12/05/2009)


TEXTO: 258

Voz



Em meu sonho
escutei uma voz
que me dizia para não desistir,
seguir em frente na estrada,
mesmo que ela termine em abismo,
haverá uma ponte que ligará
um extremo ao outro,
basta não ter medo de cair,
confiar em cada passo dado,
pois ele vai construindo
esta ponte de realizações,
e estará tão firme sob meus pés
que não temerei mal algum,
e nesta ponte alguém estará ao meu lado.


Alexandre Brussolo (12/05/2009)


TEXTO: 259

sexta-feira, 8 de maio de 2009

ONDAS


Ondas que na praia atracaram
traga meu amor que a muito partiu
numa viagem longa que me desolaram,
e agora uma grande saudade me atingiu.

Meus olhos de lágrimas carregaram,
numa grande tristeza que me afligiu,
ondas que na praia atracaram
tragam meu amor que a muito partiu.

Meu coração e mente enlutaram
por perceber que esta dor me consumiu,
luto para que as saudades que me abalaram
não seja como o céu negro e sombrio,
mas como as ondas que na praia atracaram.


Alexandre Brussolo (07/05/2009)


TEXTO: 25